Páginas

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Sombria hipótese,
que nos arrempederíamos de dar como conclusão
se não víssemos nela outra coisa
que não uma visão do espírito.
E se não estivéssemos convencidos de que a Ciência
jamais esvaziará o mundo de seus mistérios.
E de que restarão sempre
espaços infinitos abertos a imaginação humana.